A VARIAÇÃO DA SEGUNDA PESSOA DO SINGULAR NA FALA POPULAR: UMA PROPOSTA SOCIOLINGUÍSTICA E DIALETOLÓGICA PARA DEMARCAR A LÍNGUA EM USO

  • Ivanilde da Silva USP

Resumo

Sob a perspectiva teórico-metodológica da Sociolinguística e de noções da Dialetologia, tradicional e recente, o objetivo deste artigo é mostrar a variação da segunda pessoa do singular (P2) no Português Brasileiro Popular (PBPOP) falado em entrevistas Sociolinguística Semidirigidas (ESSDs) em três áreas distintas da cidade de São José dos Campos –SP (área central/popular, área nobre e área mista). Desse modo, este trabalho lança uma iniciativa em demarcar o espaço físico e falantes que emitem as variantes em questão, evidenciando que no padrão linguístico do PBPOB o uso de formas velhas e novas (P2) é regular. O fenômeno investigado abrange as funções de sujeito, objeto e possessivo (2ª pessoa do singular – P2). A descrição dessas formas pronominais em variação revela que falantes, oriundos ou não da cidade de São José dos Campos-SP (SJC-SP), privilegiam o uso da forma nova VOCÊ/sujeito, VOCÊ com o uso de preposição. Ao mesmo tempo, esses falantes retêm a forma velha TE nas funções acusativa e dativa, e variam o uso do possessivo TEU/A(S)~SEU/A(S).


ABSTRACT: The aim of this article is to show the variation of the second person singular (P2) in Brazilian Popular Portuguese (PBPOP), spoken in Semi-structured Sociolinguistic Interviews, in the theoretical-methodological perspective of Sociolinguistics and traditional and recent notions of Dialectology. Three distinct areas of the city of São José dos Campos -SP (central/popular area, prime area and mixed area). In this way, this work launches an initiative in demarcating the physical space and speakers that emit the variants in question, evidencing that in the PBPOB linguistic standard the use of old and new forms (P2) is regular. The phenomenon investigated covers the functions of subject, object and possessive (2nd person singular - P2). The description of these pronominal forms in variation reveals that speakers, whether or not they come from the city of São José dos Campos-SP (SJC-SP), prefer to use the new VOCÊ/subject, VOCÊ with the use of preposition. At the same time, these speakers retain the old TE form in the accusative and dative functions, and vary the use of the possessive of TEU/A(S)~SEU/A(S).


KEYWORDS: Sociolinguistics and Dialectology, variation, mapping proposal

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Recém doutora (USP – Programa de Filologia e Língua Portuguesa), defesa em 30 de setembro de 2015. Email: ivabsilva2003@yahoo.com.br.

Publicado
2017-10-13
Como Citar
SILVA, Ivanilde da. A VARIAÇÃO DA SEGUNDA PESSOA DO SINGULAR NA FALA POPULAR: UMA PROPOSTA SOCIOLINGUÍSTICA E DIALETOLÓGICA PARA DEMARCAR A LÍNGUA EM USO. Web Revista SOCIODIALETO, [S.l.], v. 7, n. 20, p. 54 – 83, out. 2017. ISSN 2178-1486. Disponível em: <http://sociodialeto.ojs.galoa.com.br/index.php/sociodialeto/article/view/9>. Acesso em: 17 nov. 2017.